SUBSÍDIO EBD LIÇÃO 7 A VINHA DE NABOTE

nabote

LIÇÃO Nº 7 – A VINHA DE NABOTE

1º SLIDE INTRODUÇÃO

– Na sequência de estudos sobre o ministério do profeta Elias, estudaremos hoje o episódio da tomada por Acabe e Jezabel da vinha de Nabote.

– No episódio da vinha de Nabote, Deus dá ao profetas Elias a resposta às suas indagações sobre Jezabel.

2º SLIDE  I – A DIGRESSÃO DA NARRATIVA BÍBLICA EM I REIS

– Elias, após seu revigoramento espiritual, partiu em busca de Eliseu, filho de Safate de Abel-Meolá (I Rs.19:17), iniciando, assim, os preparativos para a sua própria sucessão.

– O Senhor, porém, não havia se esquecido da indagação do profeta, decorrente de seu justo e dedicado zelo pela manutenção do culto ao Senhor no meio do povo de Israel,  da manutenção de Jezabel como a verdadeira governante de Israel apesar da derrota dos profetas de Baal e de Asera.

3º SLIDE

– Deus já dissera ao profeta que a casa de Acabe seria retirada do trono visto que uma das tarefas destinadas ao profeta seria a unção de um novo rei, a saber, Jeú, filho de Ninsi (I Rs.19:16). No entanto, para que isto fosse feito, decorreria ainda um tempo.

– O profeta Elias bem entendeu a lição e partiu para cuidar daquilo que era prioritário, ou seja, a formação de seu sucessor.

4º SLIDE

– Após o texto bíblico dizer que se iniciou o discipulado de Eliseu por Elias, muda totalmente o foco do embate entre a casa de Acabe e o Senhor. Sobreveio uma guerra entre Acabe e o rei da Síria, Bene-Hadade, guerra na qual um profeta é levantado pelo Senhor para ajudar Acabe, que saiu vitorioso do conflito (I Rs.20:1-30)

– Desta maneira, o Senhor mostrava, uma vez mais, a sua superioridade sobre todas as nações mas, apesar disto, uma vez tendo vencido o inimigo, Acabe se alia a ele, fazendo paz com a Síria (I Rs.20:31-34).

5º SLIDE

– Diante desta atitude, o Senhor mandou um outro profeta para dizer ao rei Acabe que porque poupara a vida dos inimigos do Senhor e do povo de Deus, a sua vida e a de sua casa seriam tomadas no lugar daquelas que haviam sido poupadas.

– Ante esta afirmação do profeta, que sentenciava a morte de Acabe e de sua casa, o rei, em vez de se humilhar e se arrepender, foi para sua casa desgostoso e indignado (I Rs.20:21).

6º SLIDE  II – ACABE DESEJA A VINHA DE NABOTE

– Acabe retornou indignado e desgostoso para Samaria, porque “não aceitava” a palavra de Deus a respeito de sua ruína e de sua casa.

– Acabe, desgostoso e indignado, aproveitando do período de paz que desfrutava o reino, resolve, então, ir para o seu palácio em Jizreel, sua “casa de verão”, local onde podia se recrear, se divertir.

7º SLIDE

– Em Jizreel, o rei Acabe cobiçou a vinha que fazia limite com seu palácio, pertencente a Nabote, a fim de que pudesse fazer uma horta nela.

– Acabe desejou ardentemente possuir a vinha de Nabote e, por isso, foi ao encontro daquele súdito para oferecer a compra daquela propriedade, seja em dinheiro, seja por outra vinha que o rei disse ser “melhor do que aquela” ( I Rs.21:2).

8º SLIDE

A proposta de Acabe (I Rs.21:2):

a) violava a lei de Moisés (Lv.25:23);

b) aviltava a vinha de Nabote;

c) depreciava a vinha de Nabote;

d) estimulava Nabote a buscar o dinheiro e o que ele pudesse comprar.

9º SLIDE

– Nabote, recusou a oferta do rei, porque disse que aquela vinha era herança de seus pais e, como tal, não poderia vendê-la (Lv.25:23).

– Nabote mostrava ao rei que, acima de valores materiais, estava a fidelidade aos mandamentos do Senhor.

10º SLIDE

– Com esta recusa de Nabote, Deus dava uma nova oportunidade a Acabe para que ele se rendesse aos pés do Senhor, pois, apesar de toda a sua opulência econômico-financeira, de sua situação política favorável, o monarca fora confrontado com a lei do Senhor, à qual deveria se submeter (Dt.17:18-20).

– Acabe, porém, diante de mais esta manifestação da soberania de Deus, reagiu com desgosto e indignação, entrando mesmo em depressão (I Rs.21:4).

11º SLIDE  III – JEZABEL ARQUITETA O PLANO PARA TOMAR A VINHA DE NABOTE

– Quando Acabe se encontrava em depressão, Jezabel aparece e lhe pergunta a razão daquele estado (I Rs.21:5,6) e deu a sua “terapia” para tratá-la, a saber:

a) exaltação do ego do rei;

b) estratégia do entretenimento;

c)  entrega da autoridade .

12º SLIDE

– Jezabel, atuando em nome de Acabe, mostrou toda a sua impiedade.

– Jezabel mandou que se apregoasse um jejum e que Nabote fosse posto acima do povo e que fossem levantados dois homens que testemunhassem contra ele, acusando-o de blasfêmia e que, em virtude disso, fosse ele apedrejado pelo povo (I Rs.21:8-13).

13º SLIDE

– O plano de Jezabel violava diretamente três mandamentos:

a) não tomarás o nome do Senhor em vão (Ex.20:7; Dt.5:11);

b) não dirás falso testemunho (Ex.20:16; Dt.5:20);

c) não matarás (Ex.20:13; Dt.5:17)

14º SLIDE

–  A astúcia do plano de Jezabel:

a) sigilo da real motivação;

b) oportunismo diante de alguma calamidade;

c) aparência de religiosidade;

d) falso enaltecimento de um servo de Deus;

e) falso testemunho despido de investigação.

15º SLIDE

– O plano de Jezabel foi integralmente cumprido pelos anciãos e nobres de Jizreel.

– Nabote foi morto, um servo de Deus inocente que foi injustamente acusado e que pagou com a própria vida a sua fidelidade a Deus.

16º SLIDE  IV – ELIAS REPREENDE ACABE

– Parecia que tudo terminara bem. Acabe possuiu a vinha de Nabote, transformou-a em uma hora adjacente a seu palácio e, assim, ficara satisfeito. Jezabel, por outro lado, aumentara ainda mais o seu poder, visto que, agora, o rei lhe devia um favor.

– Quando Acabe desceu a Jizreel para possuir a vinha de Nabote, todo alegre e contente, com seu ego inchado, vem ao seu encontro o profeta Elias, mandado por Deus para lhe trazer uma mensagem (I Rs.21:19,20).

17º SLIDE

– Acabe, ao avistar o profeta, não lhe deixou nem falar, mas, imediatamente, o acusou, chamando-o de “inimigo meu”.

– Elias não negou que fosse inimigo de Acabe, pois, quem se faz amigo de Deus se faz inimigo do mundo (Tg.4:4).

18º SLIDE

– Elias foi mandado dizer a Acabe que ele havia matado e tomado a herança de Nabote e que havia se vendido para fazer o que era mal aos olhos do Senhor e, por causa disto, o Senhor traria mal sobre ele e a sua casa e que ela seria arrancada de Israel assim como tinha sido arrancada as casas de Jeroboão e de Baasa.

– Pela segunda vez, Acabe recebia a mensagem de que seria exterminado assim como a sua casa. O resultado da rejeição a Deus era a rejeição por Deus.

19º SLIDE

– O profeta recebeu também a revelação do que ocorreria com Jezabel.: os cães a comeriam junto ao antemuro de Jizreel (I Rs.21:23). Jezabel morreria com grande desonra.

– A destruição da casa de Acabe teria este requinte maior de desonra porque ele havia sido pior que seus antecessores, visto que “se vendera para fazer o que era mau aos olhos do Senhor, porque Jezabel, sua mulher, o incitava” (I Rs.21:25).

20º SLIDE

– Elias, ao dar esta mensagem ao rei, além de voltar à cena, ainda recebia do próprio Deus a resposta às suas indagações.

– Acabe, diante daquelas palavras do profeta, caiu em si. Percebeu que Deus era o Senhor e se humilhou diante d’Ele (I Rs.21:27).

21º SLIDE

– A humilhação de Acabe foi sincera e comoveu o Senhor, a ponto de Ele ter dito a Elias que, por causa desta humilhação, o mal profetizado não se daria nos dias de Acabe, mas, sim, nos dias de seu filho, Acabe conseguia, assim, ser poupado de contemplar a destruição de sua dinastia (I Rs.21:29).

– É muito provável que Elias tenha notificado o rei desta deliberação divina, o que foi o suficiente para que Acabe cessasse a sua “devoção”. É evidente que, diante da resposta divina, necessário não seria a Acabe mais continuar jejuando, mas Acabe deveria ter ido mais adiante, passando a servir a Deus, o que, entretanto, não ocorreu.

22º SLIDE

– Acabe reconhecia, finalmente, a soberania de Deus, inclusive sobre a Sua própria vida, mas não quis se entregar e servir a Deus.

– Por isso, seu triste fim não foi alterado, não foi modificado. Que não sejamos como Acabe e que estejamos prontos não só a reconhecer que Ele é o Senhor, mas a fazer-Lhe a vontade.

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL – EV. CARAMURU AFONSO FRANCISCO

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s